Maurício Mattar agradece apoio após ser internado com quadro de infarto. - agorapovo.com

VISUALIZAÇÕES HOJE

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Maurício Mattar agradece apoio após ser internado com quadro de infarto.



O ator Maurício Mattar gravou um vídeo agradecendo o apoio que vem recebendo e o trabalho dos médicos desde ontem, quando foi internado com quadro de infarto no Hospital Estadual de Bauru, no interior de São Paulo 
"Olha, a todos vocês que enviaram mensagens de carinho, de fé, orações, esse cuidado é tão auspicioso, gratificante. Que faz a gente crer que a vida vale a pena, ainda mais no nosso ofício, que nós artistas lidamos o tempo todo com cultura, e mais do que isso, é muito bom a gente perceber o trabalho profissional da medicina no nosso país", disse

"No momento em que a gente é bem recebido, bem tratado, com profissionais de qualidade, de ponta, principalmente na cidade de Bauru, onde fui internado com infarte, foi detectado isso. Fui atendido prontamente na emergente, na UPA Geisel e depois transferido para o Hospital Estadual de Bauru. E só tenho que tecer elogios, com meu respeito e admiração e com a minha gratidão", acrescentou.

"Que eu tive gratidão que eu tive a oportunidade de passar o domingo e agora segunda-feira, já que estou sendo transferido para a cirurgia no hospital de Botucatu. Muito obrigado mais uma vez a todos vocês, gratidão", finalizou o ator. Maurício Mattar foi transferido hoje para a Unidade Coronariana do Hospital das Clínicas de Botucatu, onde passará por um procedimento de cateterismo. O hospital divulgou hoje um breve boletim médico informando que o ator passa bem, está consciente e estável .
Veja o comunicado: O Hospital Estadual de Bauru (HEB) informa que o ator Maurício Mattar Kirk de Souza, 55, deu entrada na UTI da unidade às 3h27 de 16/12/2019, por infarto, vindo da UPA Geisel. Ele foi avaliado pela equipe e passa bem. Ainda hoje, segunda, 16, o paciente, que está consciente e estável, será transferido para o Hospital das Clínicas de Botucatu da Faculdade de Medicina da Unesp para tratamento cardiológico.


UOL SP